Fórum internacional Migrações: a criação de uma rede é essencial

“As quatro ações indicadas pelo papa (acolher, proteger, promover e integrar) concluíram o Sexto Fórum Internacional Migrações e Paz e esclarecem bem a resposta que o planeta deve dar às questões migratórias. Somente deste modo se pode conseguir integrar e viver em paz no mundo”. Foi o que disse Irmã Neusa de Fátima Mariano, 16831862_416328952033936_4402414168231375034_nsuperiora geral das irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu /Scalabrinianas no encerramento do sexto Fórum Internacional “Migrações e Paz” que se realizou em Roma nos dias 20 e 21 de fevereiro.

“Apostar em políticas hospitaleiras, no ensino da língua, na formação e realização de atividades socioculturais é a base de um trabalho concreto e a atualização das políticas iniciadas por nosso fundador, Giovanni Battista Scalabrini e pelos co-fundadores, Giuseppe e Assunta Marchetti – acrescenta irmã Neusa de Fátima Mariano. Os trabalhos do Fórum concluíram que a criação de uma rede é essencial. As instituições devem garantir, ao mesmo tempo, o ‘direito de não emigrar’, criando projetos para evitar que as comunidades não sejam desmembradas, devastadas, por crises de todo tipo. O apoio do papa Francisco demonstra que a migração é a prioridade das prioridades, porque é causada por fatores que incidem muito na história da humanidade”.

Fonte: Agência Fides

Outras notícias